Pão de Rala

 

PÃO DE RALA

 
Reza a lenda que, decorria o terceiro quartel do séc. XVI e reinava o jovem D. Sebastião,  a tranquilidade das freiras xabreganas do Convento de Santa Helena do Calvário, na cidade de Évora, quebrou-se com a notícia da visita real. Foi um alvoroço com a chegada da comitiva. A dada altura, um valido experimentado nas coisas protocolares, lembra à madre abadessa, que era uso oferecer um refrigério a Sua Majestade, sobretudo naquela tarde de Junho com o sol a zurzir na charneca. A monja respondeu com freirático sorriso que só havia "pão ralo", azeitonas e água; e foi o que veio. O Monarca comeu e apreciou. Chegado ao Paço, despachou compensadora tença em benefício do pobre convento. Em agradecimento, a criatividade monástica retribuiu com esta doce alegoria conhecida por Pão de Rala,  que fez as delícias do régio senhor e de todos nós.
Deu-lhe satisfação mas não lhe deu tino, digo eu. Foi-se o rei, ficaram as vitualhas. 
 
Ingredientes : 

400 g de açúcar
20 gemas de ovos
200g de fios de ovos
200 g de ovos moles
400 g de amêndoa
200 g de gila em doce
200 g de farinha
250 g de farelos
Um limão
Preparação :

Pelam-se e pisam-se as amêndoas muito bem, e levam-se ao lume com cerca de 4 dl de água e o açúcar até fazer ponto de cabelo. Seguidamente, juntam-se as amêndoas para fazer uma massa espessa e bem ligada, retira-se do lume para arrefecer um pouco, juntando então as gemas com as raspas de limão. Depois, leva-se ao lume mexendo sempre muito bem até aparecer o fundo do tacho, retira-se e deixa-se arrefecer. Para fazer o recheio do pão de rala, mistura-se o doce de gila com os fios de ovos e os ovos moles. Depois de a massa ter arrefecido, estende-se numa superfície lisa com o rolo, de forma que se faça uma rodela um pouco menor que um prato de sopa. Na superfície deverá colocar-se o recheio de gila, fios de ovos e ovos moles. A massa é trabalhada de forma a ficar com o feitio de um pão regional. Num tabuleiro com bastante farinha e bem untado coloca-se o pão com bastante cuidado para que não se desmanche e leva-se ao forno em lume médio para Cozer. A meio da cozedura salpica-se por cima com os farelos, e quando estiver cozido retira-se do forno, só se volta a mexer quando estiver completamente frio.

  

 

 

publicado por Maurício Barra às 08:05 | comentar | favorito